Arquivo do mês: setembro 2012

Revendo as escolhas

O sumiço se deu por passar por novidades e por passar por mudanças, casamento e afins.

O post hoje tem a intenção de por pra fora uma série de idéias e pensamentos, pode ser que assim eles fiquem mais claros e eu os consiga entender melhor.

Quando eu era criança meus pais me diziam para estudar muito, fazer cursos e etc e tal para que eu pudesse ser alguém na vida, não passasse pelas dificuldades que eles passaram e chegasse a conquistar minha independência financeira e ser uma profissional de sucesso e por ai vai. Eu na minha cabeça de criança sempre pensei que se eu fizesse isso direitinho a resposta sobre o tão famoso ” o que eu ia ser quando crescer” ia aparecer magicamente e eu não precisaria me preocupar com isso, desde que eu estudasse muito e foi bem isso o que eu fiz.

O engraçado é que quando eu sai da escola e passei procurar trabalho e a fazer cursos de qualificação (Curso técnico e faculdade) a resposta ainda não tinha aparecido, eu aprendia bastante nos lugares em que eu trabalhava e me empenhava em ser boa funcionária mas em contrapartida ia gostando cada vez menos do que eu fazia. Trabalhar não era uma coisa bacana, era um fardo. Mas eu precisava, se não como é que eu iria pagar os estudos.

Pensei que quando eu conseguisse um estágio ou um emprego na área em que eu estudava na faculdade esse meu problema acabaria. Mas a verdade é que mesmo conseguindo e trabalhando do que parecia ser o lugar pelo qual eu sempre esperei, a sensação de fardo e de que ali não era o meu lugar permanecia e crescia cada vez mais, e a tão esperada resposta mágica nada de dar as caras.

E ai veio a consciência: “Eu busquei algo todo este tempo que eu não quero para minha vida. Eu não me sinto parte deste tipo de vida; essa carreira e esse esforço todo, não são o que eu quero nem o que eu sinto que Deus quer para mim.” E nessa parte eu surtei. E o que é que eu vou fazer de agora para frente? O que vou ser? Eu vou começar de novo? O que eu pensava era: Cadê a droga da resposta!!!!!!!!!!!!!!!!??????????????????

Sim eu vou começar de novo, sem pressão, sem medo, sem um milhão de expectativas ao meu respeito para serem atendidas, vou tentar e o máximo que vai acontecer é não dar certo e ser necessário fazer tudo de novo. É melhor ter que percorrer de novo um caminho que esteja certo, do que terminar um que está errado. Precisamos entender quem somos, como somos e para que fomos criados pois cada um tem um papel e não necessariamente todos farão as mesmas coisas. E o fato de você ser diferente não significa que você é menor do que alguém, é apenas que você não precisa viver a sua vida como as outras pessoas vivem.

Dessa vez to muito feliz, porque enfim tudo vai ficar bem. Porque dessa vez Jesus está comigo.

E a resposta, bem na verdade ela nem é tão mágica assim!

Aguardando o sinal de partida dAquele que preparou tudo pra mim,